sábado, 18 de novembro de 2017

Jogando mal, Knicks é facilmente superado no Canadá. New York Knicks 84 x 107 Toronto Raptors


Sem conseguir pressionar os mandantes em nenhum momento, o time jogou mal nos dois lados da quadra e foi derrotado fora de casa.

A Partida:

Primeiro Quarto - Apresentando dificuldades na criação das jogadas, o Knicks não distribuía bem a bola no setor ofensivo. Errando demais, principalmente nos arremessos, a equipe terminou o período em desvantagem, 18 a 30.

Segundo Quarto - Dando muitos espaços dentro do garrafão, o time não conseguia conter o ataque adversário. Incapaz de converter as bolas de três, o New York encerrou o primeiro tempo distante no placar, 36 a 54.

Terceiro Quarto - Procurando se acertar dentro de quadra, a equipe começou a encaixar as jogadas ofensivas e alguns arremessos de longa distância. Ainda sofrendo com as infiltrações dos mandantes, o Knicks acabou o quarto perdendo por 64 a 78.

Último Quarto - Diferente de algumas partidas anteriores, o New York pouco conseguiu pressionar o oponente. Com os donos da casa controlando bem a diferença, o time não reagiu dessa vez e foi facilmente superado pelo Toronto por 84 a 107.

Análises:

Prós - Em uma noite para esquecer, o único jogador que teve um desempenho regular, foi Jarrett Jack.

Contras - Errando muitos arremessos, a equipe segue dependente de Kristaps Porzingis e Tim Hardaway Jr no ataque.

Destaques:

Tim Hardaway Jr - 13 pontos, 5 rebotes e 3 roubos de bola.
Kristaps Porzingis - 13 pontos, 4 rebotes e 4 bloqueios.
Enes Kanter - 12 pontos, 6 rebotes e 1 assistência.
Michael Beasley - 10 pontos, 7 rebotes e 1 assistência.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Reagindo no segundo tempo, New York volta a vencer em casa. New York Knicks 106 x 101 Utah Jazz


Demonstrando um ótimo poder de reação, a equipe começou o jogo meio desligada, mas conseguiu a virada nos momentos decisivos e se reencontrou com a vitória no MSG.

A Partida:

Primeiro Quarto - Trocando cestas com os visitantes, o time não conseguia impor o seu ritmo no confronto. Sem defender bem no perímetro, o New York encerrou o período perdendo por 27 a 30.

Segundo Quarto - Mais instável defensivamente, o Knicks apresentava dificuldades para conter os arremessos de longa distância do adversário. Mesmo convertendo as jogadas no ataque, a equipe foi para os vestiários em desvantagem no placar, 50 a 60.

Terceiro Quarto - Correndo atrás do prejuízo, o New York manteve o bom volume ofensivo e foi se ajustando aos poucos no setor defensivo. Pressionando mais o oponente, o time reduziu a diferença ao término do quarto, 77 a 82.

Último Quarto - Empurrado pela torcida, a equipe seguiu em cima dos visitantes e dessa forma conseguiu encostar no marcador. Contando com bons arremessos de Hardaway Jr e Porzingis nos momentos decisivos, o Knicks virou o confronto e acabou vencendo por 106 a 101.

Análises:

Prós - Depois de uma ótima exibição contra o Cleveland, Tim Hardaway Jr foi decisivo no duelo de hoje e se destacou no triunfo do time dentro de seus domínios.

Contras - Assim como no final do jogo passado, a equipe sofreu demais com os arremessos de longa distância, precisando de um ajuste rápido nesse quesito.

Destaques:

Tim Hardaway Jr - 26 pontos, 6 rebotes e 6 assistências.
Kristaps Porzingis - 22 pontos, 8 rebotes e 2 bloqueios.
Courtney Lee - 19 pontos, 7 rebotes e 3 assistências.
Enes Kanter - 13 pontos, 4 rebotes e 1 assistência.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Jogando mal no último quarto, Knicks deixa a vitória escapar. New York Knicks 101 x 104 Cleveland Cavaliers


Em uma partida marcada por comentários realizados anteriormente por LeBron James envolvendo a franquia e a escolha de Frank Ntilikina, melhor para os visitantes que contaram com um péssimo último quarto defensivo do New York e saíram com a vitória.

A Partida:

Primeiro Quarto - Perdendo Kristaps Porzingis por excesso de faltas logo no começo, a equipe teve que mudar a estrutura ofensiva. Realizando um jogo equilibrado com o adversário, o Knicks terminou o período atrás no placar, 22 a 25.

Segundo Quarto - Voltando com uma postura totalmente diferente, o New York passou a trabalhar melhor as jogadas no ataque e dominava os visitantes. Atuando muito bem nos dois lados da quadra, o time acabou o primeiro tempo com uma ótima vantagem, 51 a 38.

Terceiro Quarto - Buscando manter o mesmo ritmo apresentado anteriormente, o Knicks continuou distribuindo a bola de forma eficaz. Sem correr grandes riscos, a equipe encerrou o quarto vencendo por 76 a 61.

Último Quarto - Quando a situação parecia estar sob controle, o time começou a cometer muitos erros, vacilando na marcação de perímetro e perdendo a batalha no garrafão. Cedendo o empate para os visitantes, o New York não conseguiu reverter o momento ruim e permitiu que o Cleveland vencesse a partida por 101 a 104.

Análises:

Prós - Novamente contra o Cavaliers, Tim Hardaway Jr fez um grande jogo, anotando mais um double double e liderando o setor ofensivo da equipe.

Contras - Definitivamente os 43 pontos sofridos no último quarto que foram fruto do descontrole do time nos momentos decisivos do embate.

Destaques:

Tim Hardaway Jr - 28 pontos, 10 rebotes e 5 assistências.
Enes Kanter - 20 pontos, 16 rebotes e 4 assistências.
Kristaps Porzingis - 20 pontos, 7 rebotes e 2 roubos de bola.
Courtney Lee - 15 pontos, 4 rebotes e 2 roubos de bola.

domingo, 12 de novembro de 2017

Porzingis retorna e New York volta a vencer. New York Knicks 118 x 91 Sacramento Kings


Após ser poupado contra o Magic, Kristaps Porzingis retornou atuando no mesmo nível e liderou a equipe para mais uma vitória no Madison Square Garden.

A Partida:

Primeiro Quarto - Iniciando o confronto meio perdido, aos poucos o time foi se encontrando e passou a ser mais dominante. Contando com bons arremessos de Porzingis, o New York encerrou o período na frente, 32 a 23.

Segundo Quarto - Mantendo o bom volume ofensivo, o Knicks seguiu pressionando bastante os visitantes. Alternando bem as jogadas de garrafão e perímetro, a equipe foi para os vestiários vencendo por 64 a 49.

Terceiro Quarto - Retornando mais consistente no setor defensivo, o New York seguia controlando a partida com tranquilidade. Impedindo que os principais jogadores adversários conseguissem fazer algo, o time acabou o quarto liderando no placar, 90 a 66.

Último Quarto - Praticamente voltando com todos os reservas, a equipe administrava a vantagem conquistada. Sem sofrer nenhuma pressão do Kings, o Knicks venceu o duelo por 118 a 91.

Análises:

Prós - Além de Porzingis, Lee e Kanter, destaque para o novato Damyean Dotson. Em apenas 14 minutos de quadra, o ala-armador conseguiu anotar 14 pontos (6-9 / 2-3 na linha de três pontos).

Contras - Mesmo atuando bem defensivamente, Tim Hardaway Jr segue muito inconsistente no ataque e foi mal nos arremessos (2-11 / 0-6 na linha de três pontos).

Destaques:

Kristaps Porzingis - 34 pontos, 5 rebotes e 2 assistências.
Courtney Lee - 20 pontos, 3 assistências e 2 rebotes.
Enes Kanter - 17 pontos, 13 rebotes e 1 assistência.
Damyean Dotson - 14 pontos, 1 rebote e 1 assistência.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Sem Porzingis, Knicks oscila e é derrotado fora de casa. New York Knicks 99 x 112 Orlando Magic


Sem poder contar com Kristaps Porzingis, o time não teve um desempenho consistente e acabou sofrendo a derrota no Amway Center.

A Partida:

Primeiro Quarto - Trabalhando as jogadas com eficácia, o Knicks pressionava constantemente os donos da casa. Apesar de não marcar bem no garrafão, a equipe terminou o período vencendo por 28 a 27.

Segundo Quarto - Tentando manter o mesmo ritmo do inicio, o time começou a cometer muitos erros e permitiu que o adversário crescesse no confronto. Dando espaços para o Orlando dominar as ações, o New York encerrou o primeiro tempo atrás no placar, 50 a 54.

Terceiro Quarto - Trocando cestas com os mandantes, a equipe fazia um jogo equilibrado até determinado momento. Quando os reservas entraram na rotação, a defesa voltou a dar espaços demais e com isso, o Knicks acabou o quarto perdendo por 76 a 84.

Último Quarto - Correndo atrás do resultado, o New York não conseguia encaixar mais de um acerto consecutivo. Sem conseguir esboçar a mesma reação das partidas anteriores, o time foi derrotado pelo Orlando por 99 a 112.

Análises:

Prós - Na ausência de Kristaps Porzingis, Tim Hardaway Jr correspondeu positivamente e até anotou o primeiro double double da sua carreira.

Contras - Cometendo muitos erros no confronto, a equipe dava vários pontos fáceis de transição para o Magic e isso foi crucial nessa derrota.

Destaques:

Tim Hardaway Jr - 26 pontos, 11 rebotes e 1 assistência.
Doug McDermott - 13 pontos, 2 rebotes e 1 assistência.
Courtney Lee - 12 pontos, 4 roubos de bola e 2 rebotes.
Enes Kanter - 10 pontos e 6 rebotes.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Empurrado pela torcida, New York protagoniza nova virada e vence de novo. New York Knicks 118 x 113 Charlotte Hornets


Depois de virar um confronto que parecia perdido contra o Pacers, o Knicks repetiu novamente a reação no último quarto e conquistou mais uma vitória dentro de seus domínios.

A Partida:

Primeiro Quarto - Distribuindo as jogadas com consistência, o time convertia bem os arremessos, mas dava muita liberdade para o adversário. Sem conseguir proteger o garrafão, o New York encerrou o período perdendo por 32 a 41.

Segundo Quarto - Sofrendo para conter o ala armador Malik Monk, o Knicks era pressionado constantemente pelos visitantes. Mesmo produzindo bons ataques, a equipe foi para os vestiários atrás no placar, 58 a 69.

Terceiro Quarto - Encontrando dificuldades para trabalhar as jogadas com Kristaps Porzingis, o New York se perdeu no setor ofensivo. Novamente ruim na marcação, o time terminou o quarto em desvantagem, 83 a 94.

Último Quarto - Apresentando uma mentalidade defensiva totalmente diferente, a equipe passou a marcar melhor. Convertendo muitos arremessos de três, foi dessa forma que o Knicks virou o marcador próximo do final e conseguiu conquistar a vitória por 118 a 113.

Análises:

Prós - Além de Kristaps Porzingis como sempre, Doug McDermott foi o principal responsável pela reação do time no último período com ótimas conversões da linha de três pontos.

Contras - A equipe não pode jogar tão mal defensivamente e esperar sempre uma virada no final das partidas.

Destaques:

Kristaps Porzingis - 28 pontos, 5 rebotes e 3 bloqueios.
Doug McDermott - 20 pontos, 2 rebotes e 1 assistência.
Tim Hardaway Jr - 19 pontos, 5 rebotes e 1 roubo de bola.
Enes Kanter - 14 pontos, 6 rebotes e 3 roubos de bola.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Kristaps Porzingis é eleito o Jogador da Semana na NBA


Após comandar a equipe em 3 vitórias nas 4 partidas disputadas na semana, Kristaps Porzingis foi eleito o Jogador da Semana na NBA. Abaixo, você pode conferir um resumo dos jogos que o ala-pivô disputou durante esse período:

Contra Denver Nuggets - 38 pontos, 7 rebotes e 3 bloqueios.
Contra Houston Rockets - 19 pontos, 5 rebotes e 3 assistências.
Contra Phoenix Suns - 37 pontos, 7 rebotes e 3 bloqueios.
Contra Indiana Pacers - 40 pontos, 8 rebotes e 6 bloqueios.

Porzingis brilha novamente e Knicks vence no MSG. New York Knicks 108 x 101 Indiana Pacers


Contando com 40 pontos de Kristaps Porzingis, o time fez um último quarto quase perfeito e virou o confronto depois de estar perdendo por 19 pontos, garantindo assim a 5º vitória na temporada.

A Partida:

Primeiro Quarto - Trocando cestas com o oponente, o Knicks fazia um jogo equilibrado e bastante disputado. Quando os reservas entraram em quadra, a equipe se perdeu e permitiu que o Pacers terminasse o período vencendo por 25 a 33.

Segundo Quarto - Buscando ser mais agressivo no ataque, o time começou a dar muitos espaços no setor defensivo. Sem conseguir responder as conversões dos visitantes, o New York encerrou o primeiro tempo em desvantagem, 49 a 62.

Terceiro Quarto - Tentando distribuir as jogadas ofensivas, a equipe incomodava o adversário, mas continuava pecando na defesa. Incapaz de exercer uma pressão de forma eficaz, o Knicks acabou o quarto atrás no placar, 72 a 84.

Último Quarto - Quando tudo parecia encaminhar para uma derrota, o New York mudou totalmente a postura dentro de quadra e começou a atuar muito bem nos dois setores. Próximo do final, o time empatou o marcador e conseguiu conquistar a virada com ótimas jogadas de Frank Ntilikina, que praticamente garantiram o triunfo por 108 a 101.

Análises:

Prós - Além da ótima atuação de Kristaps Porzingis, devemos destacar também as boas jogadas nos momentos decisivos por parte de Frank Ntilikina, que foram fundamentais para a virada da equipe.

Contras - Por mais que a torcida peça durante os jogos para que Jeff Hornacek utilize Willy Hernangomez, o treinador ainda não confia o suficiente na defesa do jovem pivô.

Destaques:

Kristaps Porzingis - 40 pontos, 8 rebotes e 6 bloqueios.
Tim Hardaway Jr - 16 pontos, 4 assistências e 2 rebotes.
Frank Ntilikina - 10 pontos, 7 assistências e 3 roubos de bola.
Enes Kanter - 9 pontos, 18 rebotes e 2 assistências.

sábado, 4 de novembro de 2017

Porzingis faz 37 pontos e New York volta a vencer. New York Knicks 120 x 107 Phoenix Suns


Imparável no ataque, Kristaps Porzingis anotou mais de 30 pontos pela 6ª vez em 8 jogos e garantiu mais um triunfo da equipe dentro de seus domínios.

A Partida:

Primeiro Quarto - Procurando concentrar as jogadas dentro do garrafão, o time convertia com sucesso grande parte das finalizações. Defendendo com consistência, o New York terminou o período vencendo por 32 a 19.

Segundo Quarto - Mantendo a boa distribuição ofensiva, o Knicks seguiu atacando os visitantes de forma eficaz. Mesmo sem defender bem, a equipe foi para os vestiários com uma boa vantagem no placar, 65 a 50.

Terceiro Quarto - Voltando com o mesmo ritmo apresentado desde o inicio do confronto, o New York continuou pressionando o adversário. Contando com bons arremessos de Kristaps Porzingis, o time encerrou o quarto na liderança, 92 a 76.

Último Quarto - Trabalhando a posse de bola com tranquilidade, a equipe administrava o resultado favorável sem dificuldades. Evitando cometer erros e correr riscos, o Knicks conquistou a vitória por 120 a 107.

Análises:

Prós - O trio Porzingis, Hardaway Jr e Kanter funcionou muito bem nos dois lados da quadra, garantindo o triunfo do time sobre o Phoenix.

Contras - Vindo de uma temporada bastante promissora, Willy Hernangomez tem sido pouco utilizado por Jeff Hornacek e quando Joakim Noah retornar da suspensão, a chance do pivô espanhol ter uma oportunidade parece ser menor ainda.

Destaques:

Kristaps Porzingis - 37 pontos, 7 rebotes e 3 bloqueios.
Tim Hardaway Jr - 21 pontos, 3 rebotes e 3 assistências.
Enes Kanter - 16 pontos, 15 rebotes e 3 assistências.
Courtney Lee - 10 pontos, 5 rebotes e 3 assistências.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Ruim defensivamente, Knicks é derrotado em casa. New York Knicks 97 x 119 Houston Rockets


Após um bom inicio de jogo, o time não conseguiu repetir as boas atuações passadas e acabou sendo derrotado sem dificuldades pelo Houston.

A Partida:

Primeiro Quarto - Balanceando as jogadas entre o perímetro e o garrafão, o Knicks criava boas oportunidades para conversão. Neutralizando as principais armas ofensivas dos visitantes, a equipe encerrou o período com a vantagem, 27 a 24.

Segundo Quarto - Errando muitos arremessos, o time parou de produzir ofensivamente e permitiu que o adversário reagisse no confronto. Apresentando dificuldades para defender, o New York terminou o primeiro tempo perdendo por 48 a 60.

Terceiro Quarto - Ainda desatento no setor defensivo, a equipe dava muitos espaços para que James Harden pudesse incomodar constantemente. Sem conseguir corrigir os erros do quarto anterior, o Knicks seguiu com uma grande desvantagem no placar, 74 a 100.

Último Quarto - Tentando diminuir o prejuízo, o New York não demonstrava nenhum esboço de que reverteria a situação negativa. Administrando sem dificuldades a partida, o Houston conquistou a vitória no Madison Square Garden por 97 a 119.

Análises:

Prós - Mesmo em uma noite ruim nos arremessos (1-7 nos arremessos de quadra), o novato Frank Ntilikina mostrou que a sua visão de jogo e defesa são muito boas (8 assistências e 5 roubos de bola).

Contras - Defensivamente o time não rendeu, principalmente no segundo e terceiro quarto.

Destaques:

Tim Hardaway Jr - 23 pontos, 7 rebotes e 4 assistências.
Kristaps Porzingis - 19 pontos, 5 rebotes e 3 assistências.
Enes Kanter - 12 pontos e 6 rebotes.